CBF tem novo secretário-geral. Júlio Avelleda assume interinamente, mas deverá continuar

Postado em

Júlio César Avelleda assume nesta terça-feira, interinamente, o posto de secretário-geral da CBF, em substituição a Marco Antônio Teixeira, demitido na última sexta-feira. A nomeação foi anunciada através de circular, enviada ontem aos funcionários, pelo presidente da entidade, Ricardo Teixeira. O posto, para a Fifa, só é menos importante numa associação nacional que o da presidência. Por isso, ao tomarem conhecimento da escolha, algumas federações estaduais foram tomadas de surpresa.

Diretor financeiro deve sair

Apesar da envergadura do cargo, Júlio Avelleda não é conhecido no meio do futebol. Carioca de 40 anos, ele é formado em administração de empresas. Entrou para a CBF em 1992, como estagiário, e $por áreas como processamento de dados, registro e tesouraria. Desde 2007, é assistente de orçamento e controle, área ligada à diretoria financeira da entidade. Ganhou a confiança do chefe. Todos os pagamentos da entidade são examinados por ele, que faz relatórios para o presidente.

Fonte da entidade acredita que o interinado de Avelleda não deverá ser longo. Ricardo Teixeira poderia confirmá-lo na função assim que concluir o projeto de mudanças em postos estratégicos da CBF.

O diretor financeiro Antônio Osório, o Zozó, deverá deixar a entidade. Até ontem, ele era chefe de Júlio Avelleda.

Em dezembro de 2010, Avelleda foi diplomado no curso Fifa Futuro III, para novos gestores, exatamente pelo ex-secretário-geral Marco Antônio Teixeira, tio de Ricardo, que o demitiu na última sexta-feira.

Marco Antônio Teixeira estava no limbo desde o encerramento da Copa do Mundo-2006, quando teria sido responsabilizado pelo sobrinho e ex-chefe de ter arranjado o contrato para que a seleção treinasse em Weggis, na Suíça, onde, em troca, teria passado o réveillon com a família.

Para se ter ideia da importância da secretaria-geral, até a Copa-2006, na Alemanha, Marco Antônio Teixeira cuidava da programação da seleção, de amistosos e toda a parte operacional da CBF.

As mudanças na entidade começaram com a nomeação de Andres Sanchez, presidente licenciado do Corinthians, para a diretoria de seleções.

Fonte: O Globo Esporte

Clique aqui no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s