Embratel vai assumir controle da Net

Postado em

Em comunicado, empresa de Carlos Slim diz que comprou 5,5% das ações na GB, dona da operadora de TV a cabo

A Embratel. do Grupo Telmex, do bilionário mexicano Carlos Slim, anunciou ontem que passará a deter o controle indireto da Net. A operadora de longa distância anunciou que exerceu a opção de compra de ações ordinárias (ON. com direito a voto) da Globo Comunicação e Participações (Globopar) na GB Empreendimentos e Participações (GB), empresa que controla a operadora de TV a cabo. A Embratel comprou da Globopar 1.077 milhão de ações, número que corresponde a 5.5% do capital votante da GB. Com isso, a Embratel passa a ser a acionista majoritária da GB. A GB detém 51% das ações ON da Net.

 

Antes do anúncio de ontem, segundo o site de relações com investidores da Net. a Globo possui 51% das ações com direito a voto da GB. e a Telmex, os outros 49%. Além disso, a Telmex já tinha 100% das ações sem direito a voto da GB. “Uma vez formalizada a transferência das ações, a Embrapar (controladora da Embratel) passará a deter o controle direto da GB e. portanto, o controle indireto da Net”, disse a Embratel em fato relevante. …

 

A Embratel, porém, não informou quando a operação será finalizada. As empresas também não informaram o valor da transação. A operação aconteceu após a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ter concedido a anuência prévia para o aumento do controle da Embratel na Net, no dia 26 de janeiro.

 

Negócio eleva concorrência no setor, diz especialista

Na Net. além da GB. a Globo tem 10.4% das ações ON. A Embratel Participações tem 35.8% das ações, e a Empresa Brasileira de Telecomunicações (controlada pela Embratel Participações), outros 2.2%. Minoritários têm o 0,6% restante.

 

A mudança é resultado da aprovação da nova lei de TV por assinatura, sancionada em setembro de 2011, que abriu o serviço às empresas de telecomunicações e reduziu as restrições ao capital estrangeiro no segmento.

 

Segundo analistas do setor, o negócio já era esperado há anos. Em outubro do ano passado, as empresas começaram a criar pacotes envolvendo todas as marcas no Brasil. A Telmex controla a Embratel e, até então, parte da Net. A América Móvil, também de Carlos Slim, é dona da Claro, terceira maior operadora de telefonia móvel do país. Em toda a América Latina, Telmex e América Móvil estão em processo de fusão. Foi assim que, no último trimestre do ano passado, o grupo criou um plano convergente envolvendo as três empresas pela primeira vez.

 

Um analista do setor que não quis se identificar disse que o grupo mexicano terá chances de enfrentar empresas como Oi e Vivo, que já apostam em pacotes convergentes.

 

– Esse é o caminho das telecomunicações. Com a nova lei, abre espaço para empresas como a Net conseguirem fazer sinergias com a Embratel e a Claro – diz o analista.

 

Em 2011, a Embratel apresentou uma queda de 45.9% em seu lucro líquido, chegando a R$ 391,4 milhões. A receita líquida avançou 8.9%, para R$ 12.233 bilhões. Na Net, o lucro líquido subiu 21.49%, para RS 373.1 milhões, e a receita líquida teve alta de 23,87%, para R$ 6.695 bilhões.

Blog do Edson Sombra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s